Amores Expressos: o amor contemporâneo em diferentes instantâneos

amoresexpressos

Muitos já conhecem este projeto e alguns outros ainda não:
Amores Expressos é uma idéia editorial inédita que convocou 16 (privilegiados) escritores brasileiros para uma mesma missão: passar um mês numa metrópole do mundo e escrever um romance. Com uma única exigência: os romances devem contar uma história de amor ambientada nas cidades respectivamente visitadas. Paris, Cairo, Tóquio, Havana, São Paulo, Cidade do México, Bombaim, Praga, Lisboa, Dublin, São Petersburgo, Nova Iorque, Istambul, Berlim, Buenos Aires e Shangai são as cidades que receberam os 16 escritores escolhidos pelo projeto. Posteriormente, as futuras dezesseis histórias serão transformadas em livros e editados pela Companhia das Letras. Apesar da polêmica inicial de quando o projeto foi lançado, diz-se que esta iniciativa não tem nenhum custo financiado pela Lei Rouanet.

Enquanto os livros não saem, vale muito à pena ler as impressões, descobertas, frustrações e encantos narrados em crônicas dos escritores escolhidos, nas diferentes cidades que serviram de cenário e inspiração para suas narrativas. Além de um diário de bordo, os blogs funcionam como um exercício de pesquisa para cada um dos autores, mesmo aqueles que declaradamente não gostam desta ferramenta, como no caso de Lourenço Mutarelli, que foi para Nova Iorque e desbravou Manhattam e Brooklyn no melhor estilo humor, sarcasmo e críticas à terra do tio Sam. Há também a fabulosa e cultural Paris de Adriana Lisboa, a histórica Dublin de Daniel Pellizzari, o caos da Xangai de Antonio Prata, entre outros. Os escritores realmente misturaram-se nas cidades e não foram apenas turistas com intenção de captar tudo e todos, num curto espaço de tempo. Instalaram-se em residências ou apartamentos, conviveram e se aproximaram do cotidiano dos moradores locais, descobriram lugares inusitados e muitas vezes explicitaram suas aflições e seus sentimentos.

Os romances virão, mas com certeza estes blogs já são ótimos livros virtuais de literatura de viagem.

4 thoughts on “Amores Expressos: o amor contemporâneo em diferentes instantâneos

  1. Leila,
    Obrigado pela dica. To lendo o Mutarelli que conheci aqui no Rio ha’ muitos e muitos anos atras, comprando de suas (dele) maos um de seus “gibis” num grande encontro de quadrinistas que aconteceu na Fundicao Progresso no seculo passado.
    Abraco do Egeu

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>