Entre Linhas – Escritores e Gatos

entrelinhas.jpg
No programa Entre Linhas da TV Cultura passou uma reportagem muito legal sobre a paixão dos escritores por gatos. Depoimentos de Lourenço Mutarelli, Luiz Ruffato, imagens de arquivo dos poetas Haroldo de Campos e Ferreira Gullar, e também algumas frases sobre felinos, como esta de Machado de Assis:

O gato que nunca leu Kant, é talvez um animal metafísico.”

O vídeo está acessível no site do programa. Vale à pena conferir!

10 thoughts on “Entre Linhas – Escritores e Gatos

  1. O Ferreira Gullar escreveu assim:

    A gente cata o Gatinho
    Mas pulga custa a acabar
    Por isso de vez em quando
    Ele tem que se coçar

    Ele se coça e depois
    – coisa que nunca se viu –
    fica olhando para o chão
    pra ver se a pulga caiu.

    Se a pulga caiu de fato
    – ela nem conta até três –
    dá um salto mortal no ar
    e pula nele outra vez

    A Adriana Calcanhotto cantou-a.

  2. Que bom que vais na frente, dando as dicas… Daí vou atrás direto, não me perco na busca. Não tenho tido tempo!Obrigadinha!
    beijão.

  3. Aline! ela só pula de volta prá ele outra vez, se eu não estiver por perto. Se eu estiver na área, pode apostar que virá para mim. Sou apulguenta mor, a gostosa das pulgas! Elas atravessam um cinema inteiro para me achar!
    Leila, resposta ao seu cometário, lá no meu conversar:
    O que será mais eficiente: a saudade ou o ciúme? Vou ter vários cafés nessa minha volta! dá até vontade de fazer uma festa do café!
    Vamos marcar?
    bjs, leila querida, flávia

  4. Flávia!

    Problemas com pulgas todos temos. Ou iremos ter um dia!
    O fato é que, segundo o Gullar, quando os pobres gatinhos conseguem se livrar da pulga (talentosíssima artista circense) ela “dá um salto mortal no ar e pula nele outra vez”.

    Quem sabe você não entra pro ramo do adestramento?

    :)

  5. Essas preferências tem a ver com a personalidade de cada um. Amantes de cães geralmente são pessoas mais simples, que não pensam muito nas coisas. O cão retribui o afeto e isso basta.

    Já os que preferem os gatos são pessoas mais sofisticadas, elegantes e misteriosas. Se você fizer uma pesquisa, vai perceber que muitos dos maiores escritores e artistas plásticos do mundo(incluindo Picasso) preferiram e preferem os gatos.

    Mas acho que não existe “o melhor” e “o pior” animal de estimação. Mas eu, que tive os dois, só pediria o bom senso de reconhecer que o gato é um animal muito mais prático para se criar, porque ele não late, infernizando os vizinhos, não cheira mal, mesmo se ficar um bom tempo sem banho, não faz as suas necessidades biológicas fora do lugar próprio (e isso é instinto natural, nem precisa ensinar), e, pelo fato de ser independente, você não precisa sair com ele pra dar voltas pelo quarteirão quando chega cansado do trabalho… O único problema do gato, com relação a barulho, é na época do cio, mas para resolver isso de uma vez por todas basta castrar. São vantagens e mais vantagens…

    Em termos de animal de estimação mais prático, o gato dá de dez a zero no cão. Mas, no fim, como eu disse, é uma questão de gosto e personalidade.

    Abraço a todos!

  6. Olá Henrique,
    obrigado pelo seu comentário! Cães são amados e bem-vindos aqui, mas gatos também são ciumentos e possessivos, e por isso monopolizam nossos assuntos! um abraço e volte sempre.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>