Ceský Sen

ceskysenposter.jpgDia desses soube que um colega foi trabalhar com publicidade no Cazaquistão. Ele disse que por causa da abertura do capitalismo naquela região as oportunidades de trabalho cresceram e paga-se muito bem pela mão-de-obra especializada.

Cazaquistão me lembra Borat, mas este episódio me lembrou também um documentário muito interessante sobre o poder da publicidade numa sociedade pós-comunista. O documentário em questão é Sonho Tcheco (ou Czech Dream – Cesky Sen, 2003) filmado todo em Praga, na República Tcheca. Trata-se de dois estudantes de cinema que inventaram uma enorme campanha publicitária para um hipermercado que nunca existiu. Criaram tudo o que uma grande campanha exige, desde slogans, música e folhetos até pesquisas especializadas sobre consumo. O engraçado é que o slogan da campanha era Don’t come, don’t spend, don’t fight!

É impressionante o processo de construção do imaginário dessas pessoas iludidas pelo consumismo e como a propaganda é uma poderosa ferramenta transformadora de opiniões. “Eles mentiram sobre algo que nem existiu, mas quantas vezes nos sentimos enganados por produtos que são reais”?

cesky05.jpg

5 thoughts on “Ceský Sen

  1. Leila, esse post me fez me lembrar do filme Adeus, Lênin, que também reflete sobre o impacto do capitalismo em uma sociedade pós-comunista.
    Cazaquistão, República Tcheca… Sempre que você fala sobre “alhures”, acabo pensando na minha mochila! Praga eu já tive a felicidade de conhecer, e confesso que tenho uma vontade enorme de viajar por todos aqueles países cujos nomes terminam em “quistão”. Casaquistão, Tajiquistão, Uzbequistão… Ah, a Ásia Central deve ser fascinante!

    Beijos!

  2. Oi Cris!
    Goodbye Lenin é um dos meus preferidos!!
    Estes lugares “quistão” são ainda exóticos pra nós. Realmente seria uma bela viagem! beijos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>